Site Overlay

A vida após a morte

    “A morte não é o fim, é o início de uma nova viagem”
Referência: Livro “Comando Estelar de Órion, Mensagens”, págs. 45,47,48,75 e 88.

 

Transcrições de mensagens de Markiriom, um Ser multidimensional altamente evoluído, a bordo da Nave SLANTA, do Comando Estelar de Órion.

 

O Espírito movimenta, faz funcionar o corpo físico terreno e anima a matéria, mas a Alma é uma dimensão superior ao Espírito. A Alma anima o Espírito e este anima o corpo físico.

O Espírito se apaga com a morte da matéria, pois não é mais necessário que anime a matéria, mas a Alma permanece.

      Após o desencarne as Almas vão para “Núcleos” de recepção e tratamento que pertencem a grandes “Colônias”, que são estágios primários de recebimento, transmutação,  aceitação e registro das identidades das almas que ali chegaram.

No Núcleo todas as informações e registros da Alma são passados “a limpo” , sendo retirados os registros negativos, dolorosos e danosos, sendo feita então a purificação desta Alma.

Depois dos redimensionamentos das Almas  nas Colônias elas são endereçadas a estágios de vidas conscientes em diversos planos, podendo reencarnar na Terra, ir para outros mundos, ou passarem a ser integrantes de uma Nave, dependendo do seu nível de consciência e proposta.

Existem Almas negativas e obscuras que depois que passam pelos Núcleos são enviadas para Colônias com planos que vibram nas mesmas frequências desta Alma.

    

Quando estas Almas não querem ser ajudadas  pelos “Guardiões”, entram numa clausura, vão se atrofiando e quebrando sua frequência vibratória até desaparecer, deixando de existir. Estas frequências por si só se desfizeram.

Deus o “Grande Senhor”, não abandona suas Almas, Deus não deixou de estar ali, mas estas Almas, por livre arbítrio, deixaram de existir.
    Livro “Comando Estelar de Órion, Mensagens”.

 

4 thoughts on “A vida após a morte

  1. Wilson Martins da Silva Braga says:

    Tenho uma dúvida. Segundo informações espíritas, Hitler está preso em Plutão. Pelo que ele fez então já deveria ter deixado de existir a sua alma.

    1. Olá Willson,
      O que nos foi passado é o seguinte:
      ” … Existem Almas negativas que não querem ser ajudadas, mesmo que um Guardião vá ao seu encontro.
      Estas Almas se julgam derrotadas, miseráveis e se vitimizam o tempo todo, mas não entendem como vítimas
      as pessoas que elas mesmas prejudicaram.
      Estas frequências, por livre arbítrio, deixam de existir.
      Referência: Livro “Comando Estelar de Órion, Mensagens”, pág. 48.

  2. Sandra Dutra A.Coelho says:

    Nos Centros Espíritas, dizem que a Alma de quem desencarnou, antes de nós, veem ao nosso encontro, ao desencarnarmos. Procede?

    1. Oi Sandra,
      O que nos foi passado é que quando desencarnamos vamos para “Núcleos” onde a Alma
      é processada e trabalhada para seguir depois para as “Colônias”.

Comments are closed.